Karen

Biografia Criativa | Drama

Karen

María Pérez Sanz

65′ – Espanha – 2020
Versão original em espanhol, legendado em inglês e português

Estreia em Portugal

26/11

21h30

Cinema São Jorge

→ Sala 1

Christina Rosenvinge, importante figura da música pop de autor, é aqui Karen Blixen, mulher livre e aventureira, autora da obra incontornável África Minha. María Pérez Sanz (na sua primeira obra de ficção após Malpartida Fluxus Village) constrói um retrato íntimo, elegante e delicado dos últimos tempos de Blixen em África através de vinhetas de luz cristalina acompanhadas pela música da própria Rosenvinge. E, em especial, a particular relação entre Karen e o seu criado somali, Farah Aden: uma amizade à frente do seu tempo, na qual as diferenças que parecem insuperáveis (uma mulher europeia numa posição de poder face a um homem africano) se diluem diante de um entendimento ancestral.

Fonte texto: Programa Festival de Sevilha 2020

Convidadas: María Pérez Sanz (realizadora), Christina Rosenvinge (protagonista e compositora BSO)


María Pérez Sanz, realizadora do 'Karen'

María Pérez Sanz

Realizadora

Desde muito jovem escreve e dirige curtas-metragens projetadas e premiadas em numerosos festivais e museus de todo o mundo. Esteve presente na VIII edição do Berlinale Talent Campus e na VIII edição do Short Film Corner do Festival de Cannes. Em 2015 venceu o Grande de Prémio do Júri para o Melhor Filme no Jameson Notodofilmfest com a curta-metragem Ejercicio 2: Ficción. Malpartida Fluxus Village foi a sua primeira longa-metragem. A fita, dedicada ao artista alemão Wolf Vostell e ao seu Museu Fluxus na pequena localidade estremenha de Malpartida de Cáceres, percorreu mais de 30 festivais internacionais e venceu importantes prémios.

María foi destacada como novo talento emergente pela revista Variety no passado Festival de Cannes. Karen é a sua segunda longa-metragem.

Christina Rosenvinge protagonista e compositora BSO do Karen

Christina Rosenvinge

Protagonista e compositora BSO

Christina Rosenvinge é principalmente conhecida como figura de referência da música pop de autor. Também trabalhou como atriz e no ano passado publicou o seu primeiro livro (Debut, Literatura Random House). Em Karen tem o seu primeiro papel de protagonista no cinema.